cursosSacerdotisas da Lua

SKU: J13L1

70 

Preço por Módulo

70€

Para receber a Iniciação de
“Sacerdotisa da Lua”

O Certificado de formação
Terá que realizar os 13 Módulos

Descrição

Carga Horária
13 Módulos
13 Fins de Semana

Sábados
10h00 - 13h00
14h00 - 18h00

Domingos
10h00- 13h00
14h00 - 17h00

13 horas por módulo (Sábado e Domingo)

Calendarização
Datas
2022

Abril

Maio

Junho

Julho

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

Cerimonia de Iniciação

Presencial
https://florescerdoser.pt/wp-content/uploads/2021/02/IMG_1325.jpg

FormadoraMariette Capinha

Natural de Moçambique, cidade da Beira e a residir em Vila Nova de Gaia.
Acumula funções de mãe, esposa, companheira, amiga e confidente, seguindo uma fórmula de sucesso cuja patente mora no seu coração.

Owner na empresa Academia Florescerdoser

Sacerdotisa Celta (Linhagem Avalon)
Moon Mother
Mestre Reiki
Terapeuta
Facilitadora de Círculos de Mulheres
https://florescerdoser.pt/wp-content/uploads/2021/02/Captura-de-ecrã-2021-12-06-às-02.27.01.png

“Todos somos mestres e aprendizes, Todos vimos curar algo,
Todos vimos aprender algo, Todos vimos ensinar algo”

Louise Hay

Porquê esta formação?

Durante esta jornada iremos aprofundar e aprender sobre os mistérios da Lua e a sua relação com a ciclicidade feminina.

A lua Cheia, fase mais poderosa da lua, é o momento em que a lua encontra o seu esplendor e poder máximo, mas as outras fases são também igualmente importantes.

A lua tem influência quer nos aspetos exteriores como atividades económicas, agrícolas, indústria e política, quer nos aspetos da vida familiar, relações, trabalho e saúde, mas também no nosso interior emocional, mental, físico e energético, sistema endocrino cirurgias, fecundação, nascimento, e morte.

A lua cheia representa a Deusa no arquétipo da Mãe, o seu aspecto primordial, e a Lua Nova a Deusa completa, o arquétipo da Anciã, que representa a morte, transformação e renascimento.

Esta formação pelas de lunações é uma jornada de desenvolvimento pessoal feminino cujo objetivo é apoiar, ensinar e capacitar a mulher para a sua cura e transformação interior e autoconhecimento, através de uma abordagem de desenvolvimento pessoal sustentada na noção de ciclicidade feminina e sabedoria da Irmandade feminina das 13 Matriarcas Cósmicas.
No final pretende-se que a mulher após uma jornada de autoconhecimento e tomada de consciência da sua ciclicidade, trabalhando o autoconceito e curando as suas feridas emocionais e ancestrais, através do ressignificar da sua vida e cura de feridas e traumas passados, encontre-se num novo significado e reposicionamento perante si e a vida.

Nesta jornada iremos abordar, aprender e desenvolver técnicas e práticas que irão ajudar a mulher a (re)colocar-se no seu caminho e no seu propósito de vida e alma.
Esta jornada visa uma abordagem evolutiva centrada na cura, ligação e equilíbrio do corpo físico, energético, emocional e mental, através do movimento cíclico feminino.

Iremos abordar a nossa ciclicidade com base num tempo lunar anual e mensal, no ciclo menstrual mensal, no ciclo lunar semanal, nas fases da vida feminina, nos ritos de passagem, nos arquétipos das deusas e nas festividades do ciclo solar celta, tudo isto com as propostas de evolução e força das 13 Matriarcas Cósmicas

“Sacerdotisas da Lua”
Jornada Feminina de Transformação e Cura

Roda de Medicina Feminina
Novo Legado da Mulher Nova Era

Uma formação sobre os mistérios da lua e do sagrado feminino

O treze é o número da transformação.

Numero de lunações ao longo de um giro da Mãe Terra ao redor do Avô Sol.

A Avó Lua executa uma volta ao redor de Gaya a cada 27,322 dias, e sua mudança relativa de posição em relação ao Sol provoca seu ciclo de 8 fases.

O que vou aprenderTemáticas

1. Tempo lunar – 13 Esbats

Damos o nome de Esbats aos rituais de Lua cheia, que vem do Francês arcaico e significa “Divertir-se”.

Pelo Tempo Lunar de 13 Esbats ou lunações, iremos;
Aprender a viver os mistérios da lua e da ciclicidade feminina numa expressão de cura, aprendizagem consciente, equilíbrio e fortalecimento.

A cada lunação iremos receber a sabedoria de sermos cíclicas e alinhadas com energias femininas.
Receber a sabedoria das 13 anciãs cósmicas.
Desenvolver talentos, dons e virtudes,
Despertar a intuição, descobrir habilidades e competências.
Curar feridas nossas e das ancestrais
Ser mulher oráculo,
Mulher alquímica
Mulher Lua

2. Roda do ano Celta – 8 Sabbats

Ao festejarmos os 8 Sabbats permitimo-nos fazer 8 pausas anuais para refletirmos sobre a abundância, nutrição e a nossa relação com a energia da gratidão e do equilíbrio entre o dar e receber.

Trabalhamos a energia da Terra, da Mãe, da Deusa.
Agradeceremos o que recebemos durante o ano e os ciclos de vida e refletimos sobre as perdas.

Desta forma mantemos o equilíbrio, ativamos a lei da atração e o ciclo da abundância.

Ao longo desta jornada iremos festejar e integrar as energias de cada uma destas 8 celebrações da roda do ano pagã celta, o chamado “Xamanismo Celta”

Esta formação inicia-se com a energia de Yule, a energia das estrelas e termina celebrando Yule com a iniciação de uma nova  “Sacerdotisa da Lua”.

3. Xamânismo Celta

Ao longo desta jornada iremos festejar e integrar as energias de cada um destes 8 tempos de festivos.

Samhain,
Yule,
Imbolc,
Ostara,
Beltane,
Litha,
Lammas
Mabon

Desta forma manteremos o equilíbrio, ativaremos a lei da atração e o ciclo da abundância.

As 13 Matriarcas

Cada uma das Treze Mães Originais do Clã das matriarcas, mantém parte do fundamento da verdade no Legado da Mulher.
Esses talentos e habilidades são tecidos dos mistérios ocultos da avó Lua e são refletidos através Mãe Terra na personificação física da mulher.
Cada aspecto das Treze Mães de Clã que vamos aprofundar, carrega uma parte da verdade e corresponde às treze luas do ano. 

  • A primeira lua deu origem à capacidade de aprender a verdade e aplicou esse talento a todas as relações, todos os mundos e todos os mistérios.
  • A segunda lua trouxe o dom de honrar a verdade e aplicou esse talento ao autodesenvolvimento.
  • A terceira lua deu origem à capacidade de aceitar a verdade e temperou essas lições ao assumir responsabilidades adicionais de justiça; autodeterminação; e equilíbrio.
  • A quarta lua criou a capacidade de ver a verdade em todos os reinos através de sonhos, impressões e profecias.
  • A quinta lua deu à luz o talento de ouvir a verdade nos reinos físico e espiritual, entendendo a harmonia através da escuta.
  • A sexta lua trouxe o talento de falar a verdade e com ela trouxe as lições de fé e de falar com humildade.
  • A sétima lua gerou a capacidade de amar a verdade em todas as coisas; portanto, amar todas as coisas pela verdade contida no interior.
  • A oitava lua gerou o talento de servir a verdade prestando serviço aos outros em todas as artes da cura.
  • A nona lua trouxe o dom de viver a verdade, ensinando a confiabilidade ao viver a verdade hoje, a fim de preservar o amanhã para as gerações não nascidas.
  • A décima lua deu à luz o talento de trabalhar com a verdade, usando todos os aspectos da criatividade para trazer a verdade à manifestação física de uma maneira criativa.
  • A décima primeira lua teceu a capacidade de andar na verdade, mostrando como liderar através do exemplo, como permanecer alto e “Walk Your Talk”.(andar na sua fala, fazer o que fala)
  • A décima segunda lua deu à luz o talento de agradecer a verdade, baseando-se em agradecer por tudo o que é recebido. Expressando nossa gratidão criou todas as cerimónias ligadas à doação ou revivência de lições e recompensas abundantes da vida.
  • A décima terceira lua apareceu para dar o presente de se tornar a verdade que é o ciclo de transformação; a regeneração da natureza, da conclusão que então se move para um novo começo, para entrar no próximo ciclo de crescimento.
    A partir desses aspectos da verdade, as Treze Mães Originais do Clãs forjaram a Irmandade e o Legado da Mulher.Extraído do livro de Jamie Sams :
    “The 13 Original Clan Mothers –  editora Harper San Francisco
A concha da Tartaruga

A concha da Tartaruga nos mostra que a Mãe Terra nos deu o primeiro calendário lunar.

O círculo emoldurado no centro da concha tem treze partes e é representativo das Treze Mães Originais do Clã e sua tutela dos treze ciclos lunares.

A Tartaruga Sagrada é o corpo da Mãe Terra e, como a concha da Tartaruga protege seu corpo, as Treze Mães do Clã e seus ciclos lunares, retratados em sua concha, protegem o Planeta Mãe e todas as coisas vivas.

É através da conexão com esses ritmos e ciclos que essa história não pode ser considerada uma lenda tradicional específica de uma tribo, mas uma Medicina da Mulher reunida em todos os lugares em que o lembrete era realizada pela Avó Guardiã da Sabedoria.

  • Extraído do livro de Jamie Sams : “The 13 Original Clan Mothers –  editora Harper San Francisco
4. As Fases da Lua Externa

O ciclo interno da mulher tem correspondência direta com as 4 fases da Lua, Lua Crescente, Lua cheia, Lua minguante e Lua Nova, com a psique, sistema endocrino, sistema energético e físico.
O ciclo de vida mensal está directamente ligado as 8 fases da Lua mensais e com as 4 fases principais.

Lua Nova

  • Nasce a Oeste do Sol por volta das 6:00h e põe-se aproximadamente as 18:00h.
  • Momento Para sentir a vida renascendo. Novos começos, tempo para sonhar, planear e refletir.  Planear o novo ciclo. Novos planos e empreendimentos.
    Amor e romance.
    Beleza, sensualidade, frescura, leveza.
    Momento de plantar sementes.

Lua Emergente ou Crescente.

  •  3 ½ dias depois da Lua Nova ao 7º dia.
  • Nasce ao meio-dia e põe-se ao pôr do Sol.
  • Momento: Trabalhar nos projetos que começam a tomar força.
    Emergem ideias, novos insights e empreendimentos.

Quarto Crescente ou 1° Quarto.

  •  7 á 10½ dias depois da Lua Nova.
  • Nasce ao leste do Sol aproximadamente ao meio-dia e põe-se a meia-noite.
  • Momento de trabalhar firme, pois os projetos estão em pleno crescimento.
    Manter o foco para concretizar os compromissos feitos.
    Ter foco, disciplina, coragem, esperança e fé.
    Trabalhar com a ajuda dos Seres de Luz e Elementais.

Lua Convexa ou Corcunda.

  • 14 dias depois da Lua Nova
  • Nasce aproximadamente no meio da tarde e põe-se ás 3h da manhã.
  • Momento, Trabalhar a paciência e resiliência para enfrentar obstáculos, o pragmatismo e a persistência para chegar a materialização do projeto.

Lua Cheia.

  • 14 dias depois da Lua Nova
  • Nasce por volta das 18h a leste do Sol e põe-se ás 6h da manha.
    Fica visível por toda a noite.
  • Momento Trabalhar o merecimento, sucesso e gratidão.
    Tempo para celebrar .
    Desenvolver a criatividade através de trabalhos artísticos,
    Cuidar da beleza, saúde, família, conhecimentos, amor, romance, dinheiro, alegria, proteção, intuição, adivinhação e magias.
    Planear gravidez,
    Dar energia aos sonhos, projetos e ideias.

Lua Disseminadora.

  • 3 a 7 dias depois da Lua Cheia.
  • Nasce no meio da noite e põe-se a meio da manhã.
  • Momento Reflexão, introspecção sobre o que foi concretizado ou não.
    Eliminar, disseminar banir, varrer energias toxicas e dissonantes.
    Momento de decisões, desapego e quebra de padrões e crenças limitantes.

Quarto Minguante ou 2° Quarto.

  •  7 a 10½ dias depois da Lua Cheia;
  • Nasce a oeste do Sol a meia-noite e põe-se ao meio-dia, aproximadamente.
  • Momento Para trabalhar a libertação e o banimento do que já não serve o propósito e o nosso bem superior.
    Trabalhe a limpeza, a proteção e a purificação.

Lua Balsâmica ou Negra.

  • 10 a 14 dias depois da Lua Cheia.
  • Nasce ás 3h da manhã e põe-se a meio da tarde
  • Momento: Descanso, aliviar pressão, obrigações, carga de trabalho.
    Tempo de recarregar baterias.
    Também conhecida como Lua negra, é ideal para trabalharmos a nossa cura interior.
    Curarmos questões interiores da nossa sombra, integramos o conhecimento trazido pelas experiências da vida.
    Tempo para trabalhar o perdão, melhorar a nossa autoestima e amor próprio.

A Lua externa em conexão com a Lua Interna representa cada fase do ciclo menstrual,
Pré-ovulação,
Ovulação,
Pré-menstruação e
Menstruação,
E traz ritmos distintos, mas complementares, a medida que vai passando pelas energias dos 4 arquétipos femininos, Donzela, Mãe, Feiticeira e Anciã e das fases da lua.

 

5. Ritos de Passagem e ciclos de Vida da Mulher

As 4 fases da vida da mulher,
Donzela,
Mãe,
Feiticeira
Anciã,
São etapas que quando relacionadas com os ritos de passagem femininos, são marcos fundamentais que ajudam a mulher a situar-se de forma consciente e saudável no seu projeto de vida e ocupar o seu lugar no mundo e a definir o seu plano de desenvolvimento pessoal.

Iremos viver, integrar e aprender a realizar os 6 Ritos de passagem da vida de uma mulher:

6 Iniciações

Nascimento,
Menarca,
Iniciação sexual ou União de Mãos
Parto,
Menopausa,
Morte.

Toda mulher tem o potencial de gerar os sonhos da Irmandade, quer ela possa dar à luz ou não.

O espaço do útero é o ponto de equilíbrio da gravidade na forma humana e o local de poder do reino físico encontrado dentro do corpo.
As mulheres que tiveram seus úteros removidos podem dar à luz seus sonhos e projetos sem ter os órgãos físicos.
A Irmandade acolhe todas as mulheres que aceitam os papéis que honrarão igualmente todas as mulheres e que contribuirão com seus talentos para o todo.

As meninas se tornam mulheres e fazem parte desta Irmandade, com o fluxo de seu primeiro Tempo de Lua.
Essas jovens marcam seus Ritos de Passagem para a Irmandade, tornando-se Mães da Fonte Criativa.

Em outras palavras, como as moças são educadas quanto ao seu papel de mulher, elas também contribuem para o ciclo de nascimento dos sonhos que moldarão o futuro do nosso planeta.

A Irmandade é responsável por ensinar Medicina da Mulher às moças antes que elas acasalem e dêem à luz à seus próprios filhos.

Por meio dos ritos de passagem e da educação das jovens, o Legado da Mulher é então firmemente estabelecido nos corações e mentes das gerações futuras.

Então, os velhos padrões de família e disfunção planetária podem ser curados.

Esses eram os objetivos originais da Irmandade trazidos à humanidade durante a Idade do Gelo que se seguiu à destruição do Primeiro Mundo pelo fogo.

A partir daquele primeiro Conselho da Casa da Tartaruga, todos os círculos, rodas, sociedades e clãs de mulheres deram à luz.

As Tendas de Medicina, Círculos de Sonho, Totem Clãs, Irmandades e todos os aspectos da honra à Mãe Terra vieram dessas Treze Mães Originais dos Clãs.

Essas Mães de Clãs não eram de nenhuma raça específica, nem possuíam sistemas de crenças particulares que pudessem limitar a humanidade.

Eles foram as mães de todas as raças e os aspectos curativos da mulher que deram à luz o potencial curativo agora presente em nosso planeta.

Os sistemas de conhecimento que eles representam são os fundamentos da verdade que permitem que todas as mulheres sejam as guardiãs do sonho da humanidade de alcançar a totalidade.

Extraído do livro de Jamie Sams : “The 13 Original Clan Mothers –  editora Harper San Francisco

6. Sacerdotisas da Lua

“Sacerdotisa da Lua”

Roda de Medicina Feminina,

Uma jornada de aprendizagem, cura e transformação,
Um caminho do coração,
O resgate da força e coragem para a mudança com amor e alegria.

Outras formas de viver, estar, pensar e agir irão despertar.

Mudança de atitudes, padrões, crenças, perspectivas da vida e da morte e novas formas de expressão irão revelar-se durante esta jornada de transformação, morte e renascimento.

Esta formação adiciona práticas, manualidades, rituais e iniciações.

Em irmandade iremos vivenciar toda a alquimia da transformação, nossa e das nossas irmãs de Lua.

No final a compreensão, vivência e sustentação da força feminina e abrangência da ciclicidade feminina encontrarseão integradas para uma nova forma de ser Mulher.

O Legado da,
“Mulher Nova Era”

O que vou aprenderConteúdos Programáticos

Roda do Ano Lunar - 13 Esbats ou 13 Lunações

Roda de medicina lunar

13 Esbats ou 13 Lunações

13 Matriarcas ou Anciãs Cósmicas

13 Forças e Virtudes

8 Fases da Lua Externa e Interna, (ciclo de 28 dias)

Xamanismo Celta
8 Sabbats ou Festivais Celtas

Iniciação as medicinas sagradas femininas

Medicinas sagradas

Medicina dos 4 elementos

Medicina das 8 direções xamânicas

Sexualidade Sagrada e Kundalini

Menstruação

Rituais e Iniciações
Nascimento
Menarca
Iniciação Sexual
União de Mãos (Casamento)
Parto
Menopausa
Morte

*Oficinas de Cura

Auto cura
Cerimónia da Bênção do útero
Mandala Lunar,
Ritual Plantar a Lua
Mistérios do Sangue
Tenda Vermelha
Meditações equilíbrio energético
Defumação
Rezos, Benzeduras e outras cantigas

Oficinas de Cura

*Oficinas de Cura     

Altar

Boneca da intuição

Bastão de Poder

Talismã Sagrado de Proteção,

Espelho, Pente, Coroa de Flores

Cálice Sagrado

Xaile Sagrado Lunar
Dons, Talentos e Virtudes

Caixa do Útero

Cinto de Proteção Lunar,

Vassoura, Caldeirão

Abano de penas,

Vestido Cerimonial e Colar de 13 Pérolas Cinza Prata

*Tambor Xamânico – Opcional

Esta formação é para quem?

Esta formação é para;

“Mulheres que curam Mulheres”

“Mulheres em processo de transformação pessoal”

“Mulheres que desejam criar novos círculos de cura”

“Facilitadoras de círculos femininos e/ou masculinos”

“Mulheres terapeutas”

“Mulheres apaixonadas pelos mistérios da Lua”

“Mulheres ávidas de conhecimento e saber”

Para mulheres que:

Querem fazer trabalho profundo consigo

Querem resgatar esta sabedoria ancestral dos mistérios da Lua

Para; 

Embaixatrizes do Sagrado Feminino 

Facilitadoras de círculos

Mulheres ao serviço de um bem maior. 

Para ti, Mulher! 

Para ti que sentes o chamado…”

A Sacerdotisa da Lua

Roda de Medicina Feminina

“Cada mês um virar de página, uma morte, uma transformação, um renascimento, uma pérola”.

Sacerdotisas da Lua
“Um novo legado, A Mulher Nova Era”

“Quando uma Sacerdotisa da Lua nasce…
Nasce a vontade de ser leal a sua essência divina e verdade,
O alinhamento com o coração, intuição, alma e ligação á ordem Divina de Luz Cósmica.
A inspiração e criatividade para uma jornada de missão de alma e propósito de vida.
Nasce a força e o lugar para mais uma Mulher Nova Era,”

Bibliografia

Bibliografia:

“Lilith a Mulher Primordial”, de Rosa Leonor Pedro
“A Deusa do Jardim das Hespérides”, de Luiza Frazão
“A Deusa Celta de Portugal” de Luiza Frazão

“O Cálice e a Espada” de Riane Eisler
“Mulheres que correm com os Lobos”, de Clarissa Pinkola Estes

“Círculos Sagrados para mulheres contemporâneas” Mirella Faur,
“Anuário da Grande Mãe” de Mirella Faur

“Priestess of Avalon, Priestess of Goddess” de Kathy Jones
“The 13 Original Clan Mothers” de Jamie Sams

Modulo I - 1.ª Lunação

Sábado

Apresentação do grupo

Apresentação da Jornada das 13 Lunações

O que são os Esbats

O que são os Sabbats

A lenda das 13 matriarcas

As Fases da Lua e a Sua energia

Arquétipos Femininos

Oficinas de Cura – Altar

Bibliografia

Materiais

Questões

Janeiro – Primeira lunação 

Domingo

Esbat – Lua do Lobo ou Lua da Renovação da Terra

Sol em Capricórnio,
Lua Nova em Capricórnio
Lua Crescente em Aires
Lua Cheia em Caranguejo
Lua Minguante em Escorpião

Tema da Lunação: Verdade
O que é a verdade e como se aplica a verdade em relação a todos os seres, mundos e mistérios

Matriarca – A Mãe da Natureza.
“Aquela que ensina a verdade e fala com todos os seres.”

Guardiã do conhecimento da verdade, do tempo e das estações.
Ela nos ensina sobre o nosso parentesco com todos os seres da criação e a necessidade de honrar a verdade de cada ser.
Sua sabedoria está em sintonia com os ritmos da vida e com o uso dos quatro elementos para alcançar o equilíbrio.

Tema – Lua do Lobo,
Nesta Lunação iremos para trabalharmos os sentimentos interiores e dinâmicas de grupos.

Medicina: Esta Lunação convida a um tempo de hibernação nas noites frias e longas do inverno é hora de praticarmos o silêncio interior e a introspecção,
Depois da Lua Cheia começarmos a despertar para o florescer da primavera.
Esta lunação é propicia a gestação, concepção, e proteção de ideias e novos projetos que desejamos ver realizados

Emoção: Honestidade, autenticidade
Força: Verdade
Arquétipo: Anciã

Festival Roda do ano Celta
Sabbat Yule

Oficina de Cura –
O Altar,
O livro das Sombras e das Bênçãos 

Animais: Lobo
Erva: Rosa branca
Árvore: Bétula,

Deusa: Deusa Ísis, Deusa tríplice Morrigan, Anunit, Atena, Santa Agnes, Baba Yaga, Hathor, Deméter, Gaia
Cor roxa
Orientação: Norte
Elemento: Vento, ar

Módulo II - 2.ª Lunação

Fevereiro – Segunda lunação

Sábado e Domingo

Lua da Neve, Lua das tempestades
A lua da neve é ​​a lua cheia do mês tem este nome, pois fortes nevões costumam ocorrem em fevereiro.

Sol em Aquário
Lua Nova em Aquário
Lua Crescente em Touro
Lua Cheia em Virgem
Lua Minguante em Sagitário

Tema da Lunação: Honrar a Verdade e aprender a utiliza-la para o autodesenvolvimento

Matriarca – Mãe da Sabedoria “Aquela que honra a verdade e guarda os conhecimentos antigos.”
Guardiã da Sabedoria
Guardiã das tradições sagradas e da memória planetária.

Ensina-nos a encontrar a sabedoria.
É protetora de todas as Tradições Sagradas e da Memória.
Ela ensina a honrar a Verdade em todos os Sagrados Pontos de Vista.

Medicina: Esta lua convida-nos a canalizar a energia necessária para a realização dos desejos, purificação, cura, cuidar do lar e família. A trabalhar a TOLERÂNCIA

Força: Tradições sagradas e memória
Arquétipo – Criança interior e donzela menina

Festival da roda do ano Celta
Sabbat Imbolc.
Ideal para purificação, limpeza e descartar o que não nos serve mais.
Entre o inverno e a primavera é um festival de purificação, luz, fertilidade e novos começos.
Festa do fogo, do Sol e da luz,
1 de fevereiro, Imbolc é um festival em que celebramos a deusa celta Brigid.

Oficina de Cura- Boneca da intuição

Deusas:
Donzela – Brigid, Héstia, Imanjá, Brigantia, Afrodite e Venus, Selene, Ishtar, Diana, Vitoria, Nammu, Kwan Yin, Shiva, Nut,
Anciã – Baba Yaga, Morrigan, Mulher Aranha, Gaia, Hécate, Cerridwen

Animais: Cegonha, Fénix, Loba, Cisne,

Erva: Lavanda,

Árvore – Oliveira

Cor– Azul, branco e cinza,
Orientação: NE

Módulo III - 3.ª Lunação

Março – Terceira lunação 

Lua: Lua dos Ventos, Lua da Lebre, Lua das sementes

Lua dos Ventos – É a lunação que marca o momento de arar e semear.
A terra despertou do seu sono profundo e agora é hora de ter esperança e deixar os ventos da transformação trazerem nova energia para a sua vida.

Sol em Peixes
Lua Nova em Peixes
Lua Crescente em Gémeos
Lua Cheia em Balança – Justiça
Lua Minguante em Capricórnio

Tema da Lunação – Aceitar a verdade, assumindo a responsabilidade dela decorrente e praticando a justiça e o equilíbrio.

Matriarca – Mãe da Verdade. “Aquela que avalia a verdade e ensina as leis divinas.”
Guardiã da Justiça.

Medicina: A lua convida-nos a crescer, prosperar, acreditar, recomeçar algo que foi deixado de lado no passado.

Emoção e Força: Justiça

Arquétipo: Donzela Amante

Festival da Roda do Ano Celta
Sabbat Ostara –
Uma nova vida.
Festa da fertilidade a 21 de Março.
Festejamos equinócio da primavera

Oficina de Cura: Bastão de Poder (criar em Lua Nova)

Deusas: Trebaruna, Marciana, Artemis, Hestia, Flora, Reia, Morgan, Ártemis, Melissa (Deusa grega das abelhas)

Animais: Coelho, Lebre, Ursa, Galinha vermelha, Dragão de Fogo, Pica-pau Verde
Erva: Amieiro
Árvore: Aveleira, bastão de aveleira

Cor: Verde, amarelo, Dourado, Cor vermelha, a cor do sangue, que contém no DNA a sabedoria do legado ancestral e branco

Orientação: Este
Elemento: Fogo

Datas importantes
21 Março- Festival grego da criação do Ovo Cósmico gerado por Eurínome e fertilizado pelo Deus em forma de serpente Ophion.

Dia Internacional da Mulher – Grande Mãe Terra

Módulo IV- 4.ª Lunação

Abril – Quarta lunação
Sábado e Domingo

Esbat – Lua: Lua das sementes, Lua da Flor, Lua das árvores que crescem. 

Lua das sementes – A Terra se enche de luz e o que foi plantado agora começa lentamente a germinar. A união da Deusa e do Deus traz a energia fertilizadora necessária para que a futura colheita seja farta e abundante.

Lua da Flor – Esta lua tem a dádiva da liderança, da clareza de visão e adaptabilidade. Para aprender a temperar as energias de fogo, criar raízes e voar. Ensina a canalizar energia, conter emoções e a ser pacientes com os outros.

Tema da Lunação
Desenvolver a capacidade de reconhecer a verdade em todos os reinos por meio de sonhos, intuições e presságios;

Matriarca –
Mãe das Visões
“Aquela que vê a verdade em tudo e enxerga longe”.
Guardiã das Profecias e dos Sonhos.
É a que guia os espíritos durante os sonhos e as viagens astrais e ensina como compreender os símbolos das visões e os sinais que a vida apresenta.

Medicina: A lua convida-nos a produzir ou desenvolver algo, aproveitar as oportunidades e a sorte, trabalhar nosso temperamento

Emoção: Autocontrole e paciência

Força: Confiança na intuição.

Sol em Carneiro
Lua Nova em Carneiro
Lua Crescente em Caranguejo
Lua Cheia em Escorpião
Lua Minguante em Aquário
Eclipse Solar em Lua Nova em Touro – Dia 30 de Abril

Celebração da Roda do Ano Celta –
Sabbat
Beltane – Celebra-se a 30 Abril

Oficina de cura – Talismã Sagrado de Proteção,

Animais:
Erva: Manjericão
Árvore:

Deusas: Vénus, Cibele, Tara, Ceres, Rama e Sita, Freyja, Florália,

Cor: Cores pastéis, que representam a projeção da verdade em todos os matizes e verde claro
Orientação:  SE
Elemento:  Fogo

Módulo V- 5.ª Lunação

Maio – Quinta lunação

Sábado e Domingo

Esbat Lua da Lebre,  Lua das flores e do retorno dos Sapos

É hora de celebrar o amor e a vida.
Esta lunação marca o período que segue a união da Deusa e do Deus.
A Terra está cheia de poder pronto para ser utilizado.

 Lua das Flores  Esta lua tem a dádiva de poder tornar agradáveis os ambientes, de cada um se auto sustentar e sustentar os outros: a estabilidade.

Medicina: A lua convida-nos a usar nossa energia criativa, buscar pelo amor ideal e verdadeiro, fortalecer nossa ligação com a natureza. Enfrentar os erros e medos e desafios.

Matriarca –
Mãe da Quietude. “Aquela Que Ouve”, Aquela que ouve a verdade e escuta as mensagens.

Guardiã do Silêncio.
Ensina como silenciar para ouvir as mensagens da natureza, dos espíritos, dos Mestres, dos homens, dos nossos corações. Precisamos aprender a ouvir os pontos de vista de todos para aprender e progredir.

Tema da Lunação – Aprimorar o talento de ouvir as verdades vindas dos planos físicos e espirituais

Orientação Altura para buscar o entendimento, fortalecer a comunicação com a Deusa e com o Deus, encontrar a paz. Enfrentar os erros e medos.

Emoção: silêncio, aceitação, quietude

Objetivo: Trabalhar a perseverança, paciência, estabilidade. Inspira a colocar a própria casa em ordem, para que possa ter um lugar tranquilo e de contentamento.

Sol em Touro
Lua Nova em Touro – 1 Maio (2º dia de Lua Nova )
Lua Crescente em Leão
Lua Cheia e Eclipse Lunar em Escorpião – 16 Maio
Lua Minguante em Peixes
Lua Nova em Gémeos

Sabbat Beltane
1 Maio Beltane festa da primavera que honra a fertilidade da terra.
É tempo de luxuria, paixão, fogo e abundância

Oficina de Cura: Espelho | Pente | Coroa de flores

Deusas: Icoina- Loimina, Genivera, Maia, Senhora dos Caminhos, Florália, dos Campos, dos Prazeres, Íris (deusa do arco-íris)Artemísia, Anuket, Perséfone.

Cor: Vermelho, rosa forte

Arquétipo: Donzela amante

Arvore: Espinheiro

Erva: Rosas e sândalo

Animais: Égua branca, Cavalos, Pequenos pássaros, Andorinha

Oficina de Cura: Espelho | Pente | Coroa de flores

Orientação: SE

Elemento: Fogo

Datas Importantes
25 de Maio – Dia das 3 Marias, Virgem Maria, Maria de Madalena, Maria Cleopas.
Virgem Negra Kali
26 Maio – Comemoração Celta das fontes Sagradas – Colher a flor de água das fontes sagradas

Módulo VI - 6.ª Lunação

Junho – Sexta Lunação

Esbat Lua Brilhante, Lua dos Cavalos, Lua dos Amantes
Lua dos amantes, Lua dos cavalos, Essa Lua é considerada da cor laranja, ou seja, a cor do sol de verão. É a Lua da união, do amor e da prosperidade.

Lua Brilhante Esta lunação indica o momento de honrar a Deusa e agradecer por tudo o que foi conquistado no decorrer do ano. O velho morre para dar espaço ao novo e por isso agora somos capazes de nos fortalecer.

Medicina: Esta Lua convida-nos a aprender a desenvolver habilidades de cura e em qualquer outra área que queiramos trabalhar.
Altura favorável para tomar decisões, assumir responsabilidades, fortalecer as relações amorosas, conquistar um novo amor

Lua dos amantes, Lua dos cavalos, Essa Lua é considerada da cor laranja, ou seja, a cor do sol de verão. É a Lua da união, do amor e da prosperidade.

Tema da Lunação Tornar possível expressar a verdade, com humildade, discernimento e fé.

Matriarca –
Mãe da Fala. “A Contadora de Histórias” Aquela que fala a verdade e conta histórias que curam.

Guardiã das Histórias. Ensina a falar sempre com o coração e a dizer a verdade, com amor e sem incluir as nossas projeções pessoais e julgamentos a priori.

Medicina: Utilização da medicina dos contos, que nos ensinam e preparam para os desafios da vida e preservam a tradição oral de nossos ancestrais. Utilizar a medicina do riso e do humor para afastar os medos.

Emoção: Comunicação, poder da palavra, verdade
Força: Auto-cura, rapidez,

Sol em
Gémeos,
Lua Crescente em Virgem
Lua Cheia em Sagitário e Capricórnio
Lua Minguante em Carneiro
Lua Nova em Caranguejo


Celebração da Roda do Ano Celta

Sabbat Litha,
“A luz sobre as trevas”, comemoramos o Solstício de verão no dia 21 de junho, triunfo da luz sobre as trevas

Solstício Verão – 21 Junho
Deusas: Nábia, Tétis, Diana Jana, Hespéride Marinha, Moura das fontes, Hera, Núbia, Fortuna, Hera, Shaki,

Oficina de Cura – Cálice Sagrado e Sereia

Cor: Azul, Verde-água,. Cor azul, que representa intuição, verdade, harmonia, água e emoções e também o laranja

Arvore: Sabugueiro
Erva: Flor do campo
Animais:
Golfinhos, Cavalo marinho, Ondinas, Ninfas, Dragão da Agua, Garça Real
Elemento: Água e Fogo
Orientação: Sul

Módulo VII - 7.ª Lunação

Julho – Sétima Lunação 

Sol em Câncer

Esbat Lua da luz forte e da Bênção.

É o momento em que vemos a natureza na sua plena maturidade.
As sementes germinaram e chegou a hora de pensar no que será guardado para o inverno e relembrar os “grãos” (sonhos) que foram plantados em Setembro, na Lua dos Ventos.

Medicina: Esta Lua convida-nos a prepararmo-nos para o sucesso, meditar sobre os objetivos e planejar o futuro, escrever no Livro das Sombras as bênçãos desejadas para o próximo ano e marcar as que conseguiu no final do mesmo.

Tema da Lunação: Que possa ser manifestado o amor pela verdade individual de todos os seres.

Matriarca – Mãe do Amor.
“Aquela Que Ama Todas as Coisas”,
Aquela que ama a verdade em todas as manifestações da vida.

Guardiã do Amor Incondicional.
Ensina a compaixão e o amor em todas as manifestações da vida, nosso corpo, nossos prazeres, respirar, comer, andar, brincar, trabalhar, amar, dançar.

Emoção: desapego, libertação, confiar, amor incondicional
Força: compaixão e o amor incondicional, dar e receber

Sol em Caranguejo
Lua Crescente em Balança
Lua Cheia em Capricórnio
Lua Minguante em Carneiro e Touro
Lua Nova em Leão

Domingo

Dia de Maria de Madalena – 22 de Julho

Oficina da Cura –
O Xaile Sagrado de Maria Madalena,
Dons, Talentos Virtudes

Deusas: Deméter, Cerridwen, Nêftis,

Cor: Cor amarela (Avô Sol) e Laranja
Animais:
Erva: madressilva
Árvore:

Orientação: SO
Elemento:  Terra

Datas importantes
3 Julho – Festival Celta celebra
Deusa Cerridwen, fertilidade e inspiração (Simboliza os 3 centros de poder feminino, Caldeirão, Cálice e Estrela)

Módulo VIII- 8.ª Lunação

Oitava Lunação Agosto

Sábado

Esbat  Lua da Colheita, Lua dos Frutos Maduros 

Tema da Lunação:
Desenvolve o dom de servir à verdade, contribuindo assim para a cura de todos;

Esta lunação marca o período da primeira colheita e a retribuição dos benefícios de nossas ações.
Momento de nos alimentarmos interna e externamente, lutando pelos nossos sonhos.

Medicina: Esta lua convida-nos a promover encontros, fortalecer as amizades e lutar pelos sonhos

Matriarca – Mãe da Intuição.
“Aquela Que Cura”, Aquela que serve à verdade e cura os filhos da Terra.

Protetora dos Mistérios da Vida e da Morte.
Ensina as artes de curar e conhecimento sobre os ciclos da natureza, cura as feridas do corpo e da alma.
Rege os momentos de passagem do nascimento à morte.

Guardiã das artes curativas e dos ritos de passagem.

Emoção: Pertença
Força: Auto cura, resiliência, coragem, revelação, resultados e compreensão.

Sol em Leão
Lua Crescente em Escorpião
Lua Cheia em Aquário
Lua Minguante em Touro e Gémeos
Lua Nova em Virgem

Domingo

Sabbat:
Lammas 1 de Agosto celebra o início do período de colheita dos grãos. Este é o primeiro festival da colheita, quando as plantas deixam cair suas sementes para garantir a continuidade do ciclo.

Ritos de Passagem
Nascimento
Menarca
Iniciação Sexual
União de Mãos (Casamento)
Menopausa
Morte

Deusas: Deméter, Cerridwen, Nêftis, Basília, A Grande Mãe, Sra. do Ô, Moura Mãe, Senhora do leite, Senhora do parto, Medusa, Hécate, Diana,

Oficina de Cura
Caixa do útero, Boneca de espiga, fazer Pão, Bolinhos da Lua,
*Tambor – opcional

Cor: Amarelo e laranja que representa eterna chama do amor existente em toda a criação e verde escuro

Animais: Cabra, Ovelhas, Vaca, Abelha, Burra, Poupa
Erva: flor do campo, louro, mirra

Árvore: Freixo

Datas importantes:

1 Agosto – Festival Lammas; Festival de regeneração e das colheitas

24 Agosto – Labirinto de Deméter “O mundo Cereris” Celebramos a Deusa Mari Ama deusa do Mar e Sra. da Morte representada por uma caveira, um tridente, uma corda e um tambor.

Módulo IX - 9.ª Lunação

Nona Lunação – Setembro 

Esbat Lua da Cevada/ Milho
Esta lunação marca o período da segunda colheita.
E momento de agradecer pela fartura e abundância e meditar sobre o equilíbrio da vida.
Medicina: Esta Lua convida-nos a agradecer pelas conquistas, meditar, organizar e fortalecer os diferentes aspectos da vida.

Tema da Lunação: Viver a verdade, para que seja assegurada a continuidade e a sobrevivência dos descendentes.

Matriarca – Mãe da Vontade. “A Mulher do Sol Poente”, Aquela que ensina como viver a verdade.

Guardiã das Gerações Futuras e dos Sonhos.
Rege a direção Oeste, lugar do princípio feminino. Ensina-nos como olhar para o nosso interior e encontrar a verdade pessoal, encarar o futuro sem medo e manifestar os sonhos na Terra.

Emoção: Futuro
Força: Gratidão, Tempo de agradecer a mãe terra

Sol em Virgem
Lua Crescente em Sagitário
Lua Cheia em Peixes
Lua Minguante em Gémeos
Lua Nova em Balança

Sabbat Mabon,
Equinócio de outono
A segunda colheita
Tempo de concretização, momento de Ação de graças pelas colheitas que celebra as segundas colheitas

Deusas: Brigântia , Vitória , Arêntia- Arêngia ,  Gaia,
Sra. do Pilar, Moura dos tesouros,
Cale da Terra,

Oficina de Cura 
Pedras e cristais – Cinto de Proteção Lunar,
Labirinto de Deméter “O mundo Cereris”,

Arquétipo: Arquétipo da Rainha | Arquétipo da feiticeira

Cor: Laranja | Castanho | Bronze | Cor de ameixa da Terra
Animais: Raposa, Javali, Texugo, Furão, Elfos, Gnomos, Gaio
Erva: avelã, alecrim e louro
Árvore: Azinheira
Orientação: Oeste
Elemento:  Terra

Datas Importantes
5 Setembro – Festival Ganesha
7 Setembro – Festival Durga, “A vingadora”
Setembro – Comemoração dos 9 Mistérios Eleusínios
29 Setembro dia do Arcanjo Miguel

Modulo X - 10ª Lunação

Decima Lunação – Outubro 

Esbat Lua de Sangue, Lua do Voo

 

Esta lua, tem a dádiva do equilíbrio e da harmonia, e de como entender as mensagens de seu coração, através de sua introspecção e força.
Para aprender realmente o que é equilíbrio, mesmo que necessite sentir desconforto para fazer isso.

Esta Lua ensina sobre os paradoxos da própria vida, de uma maneira mais direta e intensa, pela própria experimentação.
Ensina a mostrar a afeição física e como se sentir confortável, tanto no Céu como na Terra, e a compreensão dos relacionamentos com grupos.

Energia propícia avaliação para o equilíbrio e a harmonia, descoberta e a libertação.

Esta lunação marcava o período sazonal da caça e estoque de comida para o inverno.

Momento de celebrar os ancestrais e meditar sobre o tema morte e renascimento, já que o Sabbat Samhain se aproxima.
Hora de deixar de lado os hábitos nocivos e se desfazer das coisas que não nos servem mais, dentro e fora de nós.

Momento ideal para: se livrar de vícios, purificar e buscar harmonia

Matriarca, Mãe da Criatividade.
Aquela que ensina como trabalhar com a verdade.

Guardiã da Força Criativa. “Aquela Que Tece a Teia”,
Ela ensina como expressar nossa criatividade, desenvolver nossas habilidades e materializar nossos sonhos e ideias, destruindo as limitações e saindo da estagnação.
Para materializar nossos sonhos devemos ter o desejo de criar, decidir fazê-lo e tomar as medidas necessárias para usar a força vital.
Nossa criatividade é determinada por nossa capacidade de sonhar e usar nossa imaginação

Força autoexpressão.

Sol em Balança
Lua Crescente em Capricórnio
Lua Cheia em Carneiro
Lua Minguante em Caranguejo
Lua Nova e Eclipse Solar em Escorpiao

Erva: cipreste

Cor: Vermelha, Cor de rosa.

Módulo XI -11.ª Lunação

Decima Primeira Lunação – Novembro

Sábado
Esbat  Lua Escura das folhas que caem

Tema da Lunação: Ensina a para praticar a verdade, a décima primeira lunação mostra a importância do exemplo resumido na sábia frase:
“walk your talk “(pratique aquilo que fala).

Tema da Lunação
É a lunação da transformação e preparação para a chegada do inverno. Enfrentar nos erros e medo

Matriarca – Mãe da inovação e da perseverança –
“Aquela Que Anda Com Firmeza”, aquela que caminha com verdade, altivez e firmeza.

Guardiã da Liderança. Traz novas ideias aos caminhos e verdades dos ancestrais. É a criadora da tradição da Tenda da Lua.
Medicina: Esta lua convida-nos a buscar o entendimento, fortalecer a comunicação com a Deusa e com o Deus, encontrar a paz. Enfrentar os erros e medos.
Emoção: Morte e transformação
Força: autoexpressão, autoestima e auto-suficiência

Sol em Escorpião
Lua Crescente em Aquário
Lua Cheia e Eclipse Lunar em Touro
Lua Minguante em Leão e Virgem
Lua Nova em Sagitário

Domingo
Sabbat SAMHAIN – Representa colheita final que antecede um longo inverno 31 de outubro

Deusas:
Cale a Anciã, Atégina, Liberata, Moura anciã, Baubau, Mulher de Branco, Sra da Boa Morte, Kali Kuji

Oficina de Cura – Caldeirão, vassoura de giesta , xale Preto

Arquétipo: anciã

Animais: Coruja, Morcego, Corvo, Sapo, Cabra Montês
Flores e Frutos: Amoras, Roma, magnólias, Gerânio, murta.
Árvore: Teixo, Cedro, Macieira,
Cor: Preto, Roxo e cinza
Orientação: NO,
Elemento:  Terra

Datas Importantes:
2 de Novembro- dia das Almas
25 de Novembro – Festa de Gaia

Módulo XII - 12.ª Lunação

Decima segunda Lunação – Dezembro

Esbat Lua do Carvalho, Lua dos Dias Sagrados
Lunação do renascimento espiritual, recomeço e transmutação. Tempo de dualidade, o caos e a ordem

Lua Fria, Lua do Lobo, Lua do uivo do Lobo, Lua do inverno, Lua das Arvores,

Tema da Lunação Ensina a gratidão pela verdade por meio de orações e oferendas para retribuir o “dar e receber” das lições, dádivas e experiências da vida.

Medicina:
Esta Lua convida-nos a buscar pelo renascimento, auxiliar amigos e familiares, pedir orientação aos Deuses. Tempo para energizar os seus dons.

Matriarca Mãe da Coragem. “Aquela que louva a verdade e ensina a gratidão.”
Guardiã da Abundância. Ela ensina a agradecer por tudo que recebemos da vida, abrindo espaço para a futura abundância.

Emoção: Receber e a transmitir conhecimentos ancestrais, para meditar nos próprios dons, enxergar a vida com mais clareza. Reflexão, auto-conhecimento
Força: Gratidão.

Sol em Sagitário
Lua Cheia em Gémeos
Lua Minguante em Virgem e Libra
Lua Nova em Capricórnio

Domingo

Sabbat Yule –
Mês sagrado, mês do Solstício de Inverno, dia do nascimento do Sol Invicto,
O Sol da Justiça, O Salvador
Dia mais curto do ano, 21 Dezembro Solstício de Inverno em que comemoramos o retorno do Sol a terra.
Deusas: Anna, Germana, Moura tecedeira, Lilith ,

Oficina de Cura Abano de penas, bola de cristal

Arquétipo: Feiticeira e Anciã

Animais: Águia, Abutre, Silfos, Dragão do ar
Erva: Patchouli, mirra e gengibre, Alfazema, alecrim, funcho,
Árvore: Pinheiro, Carvalho
Cor: Azul anil, Cinzento prateado, lilás, violeta, Cor púrpura.
Orientação: Norte
Elemento: Ar

Datas importantes
26 Dezembro – Celebração de Lilith

Módulo XIII- 13.ª Lunação

Cerimónia de fecho da jornada das 13 lunações.
22 Janeiro 2023

Domingo

Cerimonia de Iniciação 
“Sacerdotisa da Lua”

Esbat Lua Fria, Lua Azul da abundância, Lua do Vinho

Tema da Lunação:
A Décima terceira, última lunação completa o ciclo de transformação, tornando-se a verdade e revelando o poder da regeneração pelo fechamento de um ciclo e a passagem para um novo estágio de aprendizado e crescimento.

Matriarca  Mãe da Transformação.
Aquela que se torna a visão e ensina a mudança.

Guardiã dos Ciclos de Transformação.
Ela é a síntese das qualidades das outras 12 Mães, ela cria um Sistema de Saber.
Guardiã de todos os ciclos de transformação,
A Mãe das Mudanças.

Lua Fria, Lua Azul – 2a lua cheia de um mês
Lua do Vinho:

Deusas: Hécate

Oficina de Cura
Roupa Cerimonial
Rosario de 13 Pérolas

Emoção: Realização pessoal
Força: : Autoestima.

Arquétipo: Deusa tríplice

Cor: Azul ou branco, Cor cristalina e luminosa, como os raios lunares e o brilho dos crânios de cristal.

Flores: Sabugueiro, Alfazema, hipericão, artemísia, Salva

Cristais: Lápis-lazúli, Sodalita, topázio azul, Pedra da Lua

https://florescerdoser.pt/wp-content/uploads/2021/02/Captura-de-ecrã-2021-12-06-às-02.27.14.png

Alguma Dúvida? Pergunte-nos

    Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.